Muito se fala sobre os taninos do vinho. Sobre vinhos mais e menos tânicos. Mas o que são esses taninos? De onde eles vêm? Quais são os vinhos com mais e com menos tanino?
 
Por mais que soe estranho, um Vinho Verde não é um vinho verde. Verdade.
 
Apesar da popularidade cada vez maior dos vinhos espumantes entre os brasileiros, a confusão ainda é grande. E uma das maiores confusões acontece entre os termos espumante e frisante.
 
Já reparou nessa concavidade que existe na base de algumas garrafas? Ela costuma ser chamada de repuxo, ou punt. E você tem ideia de qual o motivo, desse “buraco”? São muitas as teorias, cada uma delas defendida, e também contestada, por parte dos amantes do vinho.
 
Onde quer que seja produzido, o vinho é utilizado, também, como ingrediente culinário.
 
Você já viu esse termo, já conhece esses vinhos? Se já conhece, provavelmente gosta. Se não conhece, precisa conhecer...
 
Não deixe essa pergunta pegar você de surpresa. Entenda os termos, e deixe sua resposta preparada, na ponta da língua.
 
Para produzir vinho branco, uva branca. Para produzir vinho tinto, uva tinta. É isso, mesmo? Nem sempre.
 
O universo do vinho é muito vasto, e torna-se cada vez mais interessante, conforme nos aprofundamos. Esperamos que esse glossário possa ajudá-lo na sua viagem por esse mundo. Mas a principal dica é: desconfie de qualquer um que achar que sabe tudo...
 
Os lindos e misteriosos filetes que escorrem pela taça de vinho são chamados de lágrimas do vinho, ou, também, de pernas, arcos, abóbadas, arcadas... Mas por que será que eles surgem?
 
Ambos são vinhos fortificados de origem portuguesa. Simplificando, os dois caracterizam-se pela riqueza em álcool e pelo teor em açúcar. São o resultado de uma fermentação alcoólica parcial, interrompida pela adição de aguardente vínica de alta qualidade. Mas e o que os diferencia?
 

Vinho congelado

Sobrou um pouco de vinho. Dá para guardar para amanhã? Dá, mas que tal pensar em outra alternativa?
 
Quem é quem, e quem faz o quê? Quem nunca teve essa dúvida, que atire a primeira taça de vinho!!!
 
Basicamente, as uvas são colhidas e esmagadas. Ao fermentarem, o açúcar é transformado em álcool, e o vinho está pronto... Se você achou básico demais, continue a ler!
 
Você já parou para pensar em quantos profissionais diferentes estão envolvidos em toda a cadeia produtiva do vinho? Dê uma olhada em alguns dos principais. Quem sabe você não descobre a profissão dos seus sonhos?